2015-06-22

O assento sem acento

Confesso.
Detesto ter que dar o lugar a alguém num transporte público.

Sei que é boa educação quando vem uma mãe com um filho, ou uma grávida ou um velhote que mal se pode manter em pé, as pessoas levantarem-se e darem o lugar. Mas eu detesto, pronto. E detesto com todas as minhas forças. Internamente fico a odiar a pessoa que se sentou no MEU lugar. looool

Sim, é muito mau e se fosse eu que estivesse naquela situação, também gostava que as pessoas se levantassem por mim.

Talvez me sinta assim porque eu raramente me sento num metro ou num autocarro, se forem com bastante gente, porque sei que há sempre alguém que precisa do lugar mais do que eu. Mas quando me sento, é porque PRECISO de me sentar por alguma razão. Houve uma vez que MENTI descaradamente num autocarro quando me pediram para dar o lugar a alguém (claro que eu não me tinha levantado por mim, não é? :P). Respondi que estava com um problema na perna. Não estava. Estava apenas cansado e precisava de estar sentado. Não foi muito bonito, não. Mas, hey, survival instincts.

2015-06-12

Tumbling down the rabbit hole

Agora que voltei a ter que usar o metro, vou presenciando histórias todos os dias. Umas repetidas (já dizia o Dr. House: "People don't change"), outras novas (para mim). Uma tendência que já reparei é que o pessoal agora refugia-se no telemóvel para não ter que enfrentar o mundo solitário dos vidros da carruagem.

Campo Grande -> Saem 3 ou 4 pessoas, entram cerca de 10 pessoas. Dessas 10, 9 sacam do telemóvel e ainda antes das portas fecharem já estão imersos a folhear o Facebook com o dedo à espreita de novidades.

Olho para aquele espetáculo e penso para comigo: "Tenho que fazer um post sobre isto". É que não é só o facto das pessoas entrarem no metro e mergulharem no mundo do telemóvel. As pessoas mergulham nesse mundo EM TODO O LADO.

Vão sair com os amigos -> Sacam do telemóvel
Vão ao cinema -> Sacam do telemóvel
Vão jantar -> Sacam do telemóvel

Confesso que ainda me faz impressão. Sacam do telemóvel a toda a hora e a todo o momento.
E sim, eu tenho um telemóvel com capacidade de aceder ao Facebook, se quiser. Mas a internet nele esstá desligada, sempre. Se quero aceder à net, faço-o em casa ou no trabalho.

2015-06-09

Intriga, crime, sexo e amor

1+1 nem sempre são 2.
2+2 nem sempre são 4.
3+3 nem sempre são 6.
4+4 nem sempre são 8.
5+6 nem sempre são 10.
6+6 nem sempre são 12.
7+7 nem sempre são 14.

O que é que estas frases têm a ver com o título? Nada.
Era só para ver se as liam todas e detetavam o erro numa delas :P

2015-06-05

Amor x 50

AVISO: Isto é um assunto um bocado sensível.

Há muita gente neste país (e não só neste) que tem amor para dar e vender, ás toneladas. E como não tem skills sociais desenvolvidas o suficiente, dirige esse amor para os animais, já que eles não chateiam, não traiem, não reclamam (alguns), só que também não fazem amor (alguns....lol).

E como consequência acabam por ter 5000000 animais em casa. E não estou a falar das associações de animais. Falo mesmo de pessoas singulares que conseguem meter no seu pequeno T2, 20 gatos, mais 10 cães, mais 10 pássaros e ainda 2 ou 3 tartarugas.

Isto faz-me muita confusão, confesso. Para já porque o nível de vida dessas pessoas passa a ser em função dos animais, logo deixam de ter vida social (se calhar também já não a tinham antes), mas pior que tudo é quando começam a incomodar os vizinhos com isso. Se for alguém que viva numa vivenda, ok, ainda se grama, agora num apartamento........

É de um egoísmo terrível fazer isto aos animais. Metê-los num espaço tão confinado, com poucas condições de vida. Isto não é vida para eles, nem para os donos, nem para os vizinhos e estas pessoas deveriam ser obrigadas a pagar uma multa qualquer por excesso de animais em casa. Posição um bocado extrema? Talvez. Mas falamos de higiene pública e básica.

O que acham?
Se não quiserem comentar no post por acharem que é demasiado sensível, têm sempre o email do blog ali à direita, mas gostava mesmo de saber a opinião geral da malta.

2015-06-01

SPOOOOOOOOOOOOOORTING !!!

É só isto que tenho a dizer.