2015-06-05

Amor x 50

AVISO: Isto é um assunto um bocado sensível.

Há muita gente neste país (e não só neste) que tem amor para dar e vender, ás toneladas. E como não tem skills sociais desenvolvidas o suficiente, dirige esse amor para os animais, já que eles não chateiam, não traiem, não reclamam (alguns), só que também não fazem amor (alguns....lol).

E como consequência acabam por ter 5000000 animais em casa. E não estou a falar das associações de animais. Falo mesmo de pessoas singulares que conseguem meter no seu pequeno T2, 20 gatos, mais 10 cães, mais 10 pássaros e ainda 2 ou 3 tartarugas.

Isto faz-me muita confusão, confesso. Para já porque o nível de vida dessas pessoas passa a ser em função dos animais, logo deixam de ter vida social (se calhar também já não a tinham antes), mas pior que tudo é quando começam a incomodar os vizinhos com isso. Se for alguém que viva numa vivenda, ok, ainda se grama, agora num apartamento........

É de um egoísmo terrível fazer isto aos animais. Metê-los num espaço tão confinado, com poucas condições de vida. Isto não é vida para eles, nem para os donos, nem para os vizinhos e estas pessoas deveriam ser obrigadas a pagar uma multa qualquer por excesso de animais em casa. Posição um bocado extrema? Talvez. Mas falamos de higiene pública e básica.

O que acham?
Se não quiserem comentar no post por acharem que é demasiado sensível, têm sempre o email do blog ali à direita, mas gostava mesmo de saber a opinião geral da malta.

13 comentários:

Sci disse...

Sou da opinião que se não for para os tratar bem, em condições apropriadas e com respeito, mais vale dedicarem-se a outra coisa... O que considero válido para todos os seres sencientes, humanos incluídos :p

Pusinko disse...

Acho que os bichos merecem espaço, atenção e condições. Não precisam de palácios mas precisam de mínimos. E provavelmente quem chega a esses extremos tem mais por resolver do que um.imenso amor à bicheza. Isso e falta de respeito pelo próximo seja agregado familiar ou vizinhos.
Multa... terapia... alguma coisa deve ser feito.
Concordo com a maioria do que disseste.

Linda Porca disse...

O limite legal de animais num apartamento é de 4, sendo que, desses, o máximo, são 3 cães, se não me falha a memória.
Quanto ao ruído, a legislação também é bastante restritiva, mas, neste momento, não consigo fazer uma pesquisa capaz, para te linkar.
Será que é desta que te deixo um comentário que não acaba com :P?
:P

Estudante disse...

Não tenho nada contra o amor pelos bichinhos, antes pelo contrário. O problema, como tu bem disseste, é quando esse amor nos leva a prejudicar os animais mesmo sem darmos por isso (como fechá-los em apartamentos o dia inteiro). Se não for para lhe oferecer boas condições, mais vale não ter bichinho nenhum.

Jedi Master Atomic disse...

Sci -> "seres sencientes", é só aprender palavras por aqui :P

Pusinko -> Sim, um espaço mínimo para cada um deles deveria ser obrigatório.

Linda Porca -> E se te falha a memória? :P

Estudante -> E bichinhas, já se pode? :P

Linda Porca disse...

Não falhará :P
Aguarda mais um tempo, que agora estou ocupada. Mais logo, pela fresca, já te digo :P

grassa disse...

Eu cá só tenho problemas com os animais dos meus vizinhos de baixo. E sim, isto é um double entendre. E sim, eu pus double entendre em itálico. E sim, eu pus itálico a bold. E sim, eu pus bold a... tu percebes a ideia.

Linda Porca disse...

Olha, não me falhou a memória :P
Tenho a lei na ponta da língua, eu. Às vezes, até me cai (a lei, que a língua jamé-salomé :P)

Jedi Master Atomic disse...

Linda Porca -> O que tu tens na ponta da lingua sei eu :P

grassa -> E eu ponho-te em bold porque sim, mas só tu e não o comentário.

Linda Porca disse...

É a lei :P

agatxigibaba disse...

Acho que o número limite deve ser estipulado pelos vizinhos. Se, por exemplo, esses obcecados se quiserem juntar todos num prédio,por mim estão à vontade x)
Na verdade não sou a pessoa indicada para falare sobre o tema, não sou nada fanática por animais (respeito-os, adoro as minhas gatas, mas todos os outros me são indiferentes) e achoum ccomportamento bastante estranho, esse de coleccionar animais em apartamentos.

Tiago disse...

"skills sociais desenvolvidas o suficiente"

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

Fã da TV e Cine disse...

Deixa lá estar, não fazem mal a ninguém!
Deixa essas pessoas que não desenvolveram aptidões sociais eficazes dar o seu afeto e carinho aos animais. Se for a 10 ou 20, que seja. Desde que os animais estejam bem.

Isto não é tão linear quanto parece. Conheço quem só tenha UM animal, como manda o «figurino». Um cão. E este nunca sai do apartamento. Nunca vai à rua. Vive trancado num espaço pequeno. Diriam alguns que não há nada de errado com estas pessoas que têm apenas um cão. Mas viver num apartamento e ter um cão para o ter fechado e mandá-lo calar sempre que late, não o levar à rua nunca, nunca, nunca... querem o animal para quê?

Então se uma pessoa algures tem 2 cães e gatos num mesmo apartamento, mas dá-lhes atenção, cuida deles, mima-os, leva-os à rua... deixa. Cada qual sabe de si. Mas cada vez percebo melhor que nem tudo é o que parece. E isso de muitos animais numa casa significar confusão, falta de higiene, etc, pode ser um preconceito. Há quem viva nessas condições e até piores, com apenas um cão para cuidar.