2015-03-18

Pensar custa



Desde pequeninos que ouvimos as pessoas dizerem-nos frases do género: "nem sei o que é que tens na cabeça" ou "pensa antes de agir".

Mas o que é pensar?

Se vai uma moça no centro comercial a ver montras, vê uns sapatos que gosta, entra na loja, experimenta e compra-os. Ela pensou? Então e se ela fizer o mesmo em mais 10 sapatarias no mesmo centro comercial no mesmo dia, também pensou?

E se um rapaz está a ver TV, está a pensar? (lol)
E se estiver a jogar computador?

Isto do pensar tem muito que se lhe diga. Nem sempre pensar é sinónimo de juízo ou garantia de tomar uma decisão acertada, mas convém fazê-lo de vez em quando. Tal como agir sem pensar não é uma garantia de fazer a coisa errada e convém praticar de vez em quando.

A minha opinião final? Pensar muito mais do que agir (sem pensar), mas sem descurar o instinto animal, que é o que torna a raça humana tão engraçada.

8 comentários:

Linda Porca disse...

Tudo certo, mas ó: sabes quando é que agi melhor na minha vida? Sempre que agi sem pensar. Não me arrependo de nenhuma decisão das que os outros chamariam "precipitada".

grassa disse...

Já uma vez o disse e aqui o reitero: penso, logo exijo.

Jedi Master Atomic disse...

Linda Porca -> Ok, ó :P

grassa -> Tu és muito exigente, logo, pensas muito

maria umbelina disse...

Eu se pensar muito acabo por não fazer nada, por isso penso só um bocadinho e depois continuo.

ADEK disse...

Às vezes gostava de pensar menos... Cansa muito, faz rugas e stressa mais do que gostaria. Mas enfim...

Jedi Master Atomic disse...

maria umbelina -> estou a ver :P

ADEK -> Olha a desaparecida :P

Estudante disse...

Às vezes, pensar muito faz mal :P o instinto também é importante, tal como disseste ;)

Jedi Master Atomic disse...

Estudante -> :P