2014-10-21

Mas que grande.....relógio que aí tens

Vejo cada mais uma nova moda a aparecer. Mulheres com pulsos pequeninos e estreitos a usar relógios com mostradores gigantes, que lhes escondem completamente o pulso, portanto. Acho que se está a tornar num fetiche qualquer.

É como se de repente começassem a usar óculos de sol que tapassem também o nariz e a boca, não? :P
Meninas, estão com issues de size? Já ouviram dizer que o tamanho não conta, o que interessa é o que fazes com o....relógio? :P

2014-10-16

Estás aqui, estás ali

Nota-se cada vez mais a bela da mania das pessoas que estão no nosso grupo, não estarem realmente no nosso grupo.
Vêm sair connosco e estão lá fisicamente.....mas não estão mentalmente. E porquê, perguntam vocês?
Porque estão sempre a ver as mensagens no telemovel....e o facebook....e os mails....e as atualizações do perfil....e os likes. E aqui tanto pode ser em grupos de 10 como em grupos de 2.

Alguém me explique uma coisa. Eu sei que sou antiquado e tal, mas, como é que se pode ter uma falta de respeito gritante, como se não fosse nada?

2014-10-04

Adaptar: Água, a mestre

Há um vídeo do Bruce Lee (dos milhentos que há no youtube e agora não me apetece procurar) onde ele fala da sua prática de artes marciais. Faz uma analogia com a água, dizendo que ela é mestre na adaptação.

"Se meteres água no copo ela torna-se o copo"
"Se a meteres noutro recipiente com outra forma, ela torna-se na outra forma"
"Quando acontecem as circunstâncias certas, ela desaparece como fumo"
"No entanto, também pode ser dura como pedra"

Ele falava nisto aplicado à sua filosofia de combate, onde se adaptava ao seu adversário.
Eu digo que quando um ser humano consegue fazer isto em relação à sua vida no geral, ela melhora em 50%, logo.

Um dos meus grandes orgulhos e que me gabo constantemente, é a minha facilidade de adaptação ao meio onde estou e ás pessoas com que convivo. Algo que sempre fiz desde que me conheço (inconscientemente), foi/é, quando sou apresentado a uma pessoa nova e de alguma forma convivo com ela durante algum tempo, tenho tendência para absorver aquilo que considero de bom nessa pessoa e tento incorporar isso em mim.

Nem sempre consigo.
E acho que isto começa a ser mais difícil à medida que a idade avança. Mas vou tentando.

Outra coisa engraçada e algo que irrita algumas pessoas que se dão comigo é o facto de eu imitar gestos e sons que elas fazem, mostrando-os a elas próprias. looooool

Admito que pode ser muito irritante ver-nos a nós próprios, não é? Sentir que perdemos a individualidade, será isso? :P
Mas olha, quem mais vocês podiam ver a tocar música nos dentes, para alegrar o vosso dia? LOL