2014-12-16

Cinzentão

Uma coisa engraçada que nos vai acontecendo à medida que vamos ficando mais velhos, é que as certezas absolutas que tínhamos quando éramos teens começam a deixar de ser tão absolutas e começam a entrar na área do cinzento.

Sendo assim, vou colocar-vos 3 questões e gostava que respondessem com a vossa opinião de agora, mas também com a opinião que tinham nos vossos 16 anos de idade (isto se se lembrarem qual era a vossa opinião na altura sobre o assunto).

1ª Um dos vossos bons amigos/as tem um/a namorado/a bem jeitoso/a do qual vocês também gostam e pela convivência até sabem que se daria bem com vocês numa possível relação. Passado algum tempo a relação deles termina. Vocês tentam uma relação com essa pessoa?

2ª A mesma situação da pergunta anterior, mas a separação deles termina de forma muito má e eles não se podem ver um ao outro. Isto teria influência na vossa resposta anterior?

3ª Esta nada tem a ver com as anteriores. Acreditam que uma relação é "para sempre"?

Não se esqueçam de responder com os 2 pontos de vista e tentem ser o mais honestos possível na resposta. O objetivo não é estarmos a julgar-nos uns aos outros mas sim a troca de opiniões.


PS: HELP !!! Como é que se tira a porra das letras de confirmação dos comentários??? E já agora, porque é que elas apareceram in the first place?

14 comentários:

Lucy Zumba & Dança Oriental disse...

1º - Depende da personalidade da minha amiga.. como ela iria encarar.. ou então teria que tentar a relação às escondidas no inicio

2º - Não. Pensaria de igual forma.

3º - Cada vez acredito menos mas gostava de acreditar

Sci disse...

1º - Hoje em dia muito provavelmente não. Aqueles que chamo de amigos são demasiado valiosos para os magoar deliberadamente... E isso era coisa para pelo menos os incomodar. Aos 16, não só tentei como tive mesmo.

2º - É a mesma resposta da pergunta anterior, por isso não, não teria influência, tal como não teve aos 16.

3º - A experiência tem-me dito que não, mas enfim, I'm still a believer ;) Tal como era aos 16. E quanto mais não seja as boas memórias ficam para sempre. Ou até o Alzheimer se manifestar :p

PS. O porquê não sei, mas nas "Definições", "Mensagens e comentários", "Mostrar confirmação de palavras", tens seleccionado "Não"?

grassa disse...


Com 16 anos: "Nunca!"
Agora: "Nunca!"


Com 16 anos: "Nunca!"
Agora: "Nunca!"


Com 16 anos: "Nunca!"
Agora: "Nunca!"

grassa disse...

Agora vai lá fazer essa primeira pergunta ao Pedro. :)

Jedi Master Atomic disse...

Sci -> "...tens seleccionado "Não"?" Tenho e daí isto ainda ser mais estranho. Sempre tive "Não" e nunca mudei, mas a cena da verificação de palavras começou a aparecer não sei como.

grassa -> LOL

Jedi Master Atomic disse...

grassa -> Agora me lembrei que o título teria dado um bom mote para uma piada com o Gandalf

Rita Sousa disse...

1º - Era incapaz de ter um relacionamento com alguém que já namorou uma amiga minha. Mas eu já impingi ex's meus a amigas minhas lool

2º - Não teria qualquer influência.

3º - Acredito. Basta querer, basta gostar, basta muita coisa :P convém é que seja pelas 2 partes e não por uma só, senão não dá :)

Estudante disse...

Opá... eu gostava muito de contribuir para discussão, mas não estou em condições para tal :P

Quanto às letras, também gostava de remover essa porcaria, mas não sei como...

Anita disse...


Aos 16: Been there done that
Agora: Nunca digasnunca, mas duvido seriamente.


Aos 16: Nada acaba muito mal aos 16, certo?
Agora: Cada caso é um caso, no entanto, dependendo dos motivos do mau, era capaz de ficar com a pulga atrás da orelha. Sinal amarelo ligado.


Aos 16: ÓBVIO!
Agora: O para sempre ganhou uma nova definição, mas lá no fundo, no fundo acredito (ou quero muito acreditar)que sim. Há sempre um chinelo estragado para um pé descalço ;)

Jedi Master Atomic disse...

Rita Sousa -> E não só ex teus :P

Estudante -> Não és assim tão nova. Podes contribuir :P

Anita -> "Há sempre um chinelo estragado para um pé descalço". Nunca tinha ouvido essa expressão. loooool

Isy disse...

Boas questões, e confesso que concordo contigo quando dizes que com o passar dos anos as certezas mudam. Apesar de nunca ter estado nessas situações acho que responderia Não às duas primeira e Não sei à ultima. De qualquer maneira quem sou eu para dizer que desta àgua não beberei?!

Bjxxx

Jedi Master Atomic disse...

Isy -> Não sei. Se for água salgada convem mesmo que nãno bebas :P

humming disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse...

1ª resposta
Aos 16 - Tentaria um aproximação sem dúvida, se efectivamente a relação deles tivesse terminado sem (à partida) volta a dar.
Aos 37 - Faria exactamente o mesmo... se a relação deles terminou qual a razão para não o fazer?

2ªresposta
Influência nenhuma nem aos 16 nem agora

3ªresposta
Aos 16 - Achava que algum dia iria encontrar o "tal" e que seria para sempre, depois deixei de acreditar
Aos 37 - Estou com a pessoa que quero que seja para sempre... mas o para sempre será enquanto durar