2013-06-28

Constatações masculinas

Não é engraçado o facto de:

- no edifício onde vocês trabalham, as miúdas giras parece que estão sempre num andar diferente do vosso;
- se estamos no trânsito e vemos uma miúda gira a conduzir, o carro dela 99% das vezes ou é um dos pequeninos ou então um Jeep mega largo;
- as miúdas mais baixinhas (< 1,56m) namoram sempre com gajos mega altos (> 1,85m);
- se estivermos a almoçar a virmos uma mulher jeitosa e gira bem vestida, ela estará acompanhado por um gajo com ar de boss da empresa;
- se uma miúda do vosso grupo estiver a beber álcool a um ritmo maior que o vosso, certamente só pode ser do Benfica...lol :P

2013-06-27

Kneeeeeeeel before Zod

Estou em pulgas para ver o "Man of steel". E isso só vai acontecer no Sábado, portanto vou ter que conter a explosão within me, até lá.

Entretanto e a propósito de "Kneel", hoje os grevistas profissionais quiseram chatear-me de novo, mas fintei-os e cheguei ao trabalho à mesma hora dos outros dias. Quantos dias de greve é que já se fez este ano? Até quando é que se vai usar um direito e torná-lo num abuso?

EDIT: Entretanto alguém me avisou que houve grevistas entrevistados enquanto estavam na praia, hoje. Isso é que é defender os seus direitos.......balneários.

2013-06-24

Os putos, os putos

Homem Casado e com Filhos: Oh Jedi, quando é que tu arranjas uns putos? Já está na altura.
Jedi: Really? O meu relógio biológico discorda de ti.

HCF: Caga nele e faz uns filhos. Vais ver que quando nasceram, o relógio desperta.
Jedi: E se não despertar? Posso ficar a dormir enquanto os putos crescem?

HCF: looool....Claro que não, mas acredita que ele desperta.
Jedi: Epa, até posso acreditar em ti, mas eu não quero putos agora na minha vida.

HCF: Mas porquê? É que não há coisa melhor do que brincar com os miúdos. E se não os tiveres agora começas a ficar muito velho para os teres.
Jedi: Sim. Por acaso já tenho uns quantos cabelos brancos.

HCF: Não gozes pah. Eu tive o meu 1º filho com 25 anos e o 2º com 27. Não me arrependo de nada e ainda sou novo para brincar com eles à vontade sem sentir os ossos a quebrar. he he he !!!
Jedi: E que idade tinha a tua mulher?

HCF: Teve o 1º aos 22 anos. É um bocado cedo, mas ela queria muito. E não nos arrependemos.
Jedi: Agora que tens 30 e que estás sempre a dizer que não te arrependes de nada, quantos países já visitaste? Quantas culturas diferentes já conheceste?

HCF: Epa, só fui a Espanha até agora.
Jedi: Pois. Eu que tenho gatos em casa, já sinto a minha liberdade restringida um bocado, imagina com putos.

HCF: Mas eu não sou tão fã de viajar, nem ir ao cinema como tu.
Jedi: E eu não sou grande fã de ter putos, como tu.

HCF: looool...ok ok não te chateio mais com isso.
Jedi: Nice.

2013-06-18

Grave greve grita à gruta....da compaixão

Argumentos de um lado:

- Prejudicam os alunos que não conseguiram fazer o exame, pois vão ter que estar concentrados no Português por mais um tempo;
- Prejudicam os alunos que não conseguiram fazer o exame, pois vão apanhar com um exame (provavelmente) mais difícil, uma vez que as perguntas não se podem repetir (ou pelo menos, não deviam);
- Mas até têm vantagem pois assim podem ver o exame que saiu e estudar as suas perguntas;

Argumentos do outro lado:

- A greve para ter efeito tem que ser feita num dia em que cause transtorno, senão não serve para nada;
- Os profs. têm direito a lutar por aquilo que acham que está mal;
- O governo podia perfeitamente ter alterado a data do exame e assim a greve já não coincidia com o dia do exame;

O meu comentário a este assunto:

Acho que a greve é uma coisa que não devia existir (pimba....mesmo assim à bruta para chocar toda a gente....lol), ou então devia existir para toda a gente.

EDIT: Foi-me chamado a atenção que toda a gente tem direito à greve e não apenas trabalhadores sindicalizados. Por acaso não sabia e fico a saber (muito agradecido dona Cupcakke...lol), embora não mude nada em relação à situação, uma vez que se eu fizer greve com a regularidade que, por exemplo, os trabalhadores do metro a fazem, a minha empresa irá começar a procurar outras pessoas para o meu lugar. O mundo do setor privado funciona com outros parâmetros de avaliação do setor público.

2013-06-10

Dia de Portugal, das comunidades e do rien à faire

Não, o título não é para espicaçar o pessoal fazendo referência que vou a Paris. É mesmo porque hoje está um lindo dia (not) e, consequentemente, terá sido o dia do ano em que fui mais inútil. Não fiz nada, nem sequer toquei no meu joguinho online. Passei o dia sentado, deitado, a comer, a ver TV, mas ainda mais a ver vídeos no youtube sobre....enfim....tudo e mais alguma coisa (não porno, por acaso). Têm aqui alguns exemplos do que já vi hoje:

http://www.youtube.com/watch?v=InnPKD0cFMw - Shit, that one hurt
http://www.youtube.com/watch?v=h4CnuAJejbU - Oh....my.....god !!!
http://www.youtube.com/watch?v=nU_dBDccruI - Oh....my.....god !!!
http://www.youtube.com/watch?v=R84Xw5CciGU - incha pita estupida !!!
http://www.youtube.com/watch?v=DsirLliYBXk - Oh Dexter, sei que já não escreves no blog, mas atenta bem a isto ok? lol
http://www.youtube.com/watch?v=BEijTeJ2BIQ - LOL
http://www.youtube.com/watch?v=Bh_BYo5fCjI - Fonix....muito bom
http://www.youtube.com/watch?v=SAadXqdA1FE - funny
http://www.youtube.com/watch?v=GJW4rnN6q84 - mega LOL

E agora está a chegar a hora de me começar a preparar porque daqui a bocado tenho treino. Aposto que vou lá chegar mais "partido" do que se tivesse sido um dia de trabalho.

PS: Bem, não fui completamente inútil....fui comprar pratos rasos, que já me faziam falta. lol

2013-06-07

Jedi goes on a journey

Pois é caros stalkers. Vou a Paris, na próxima semana.
Vá, vá, acalmem-se por favor, não digam tantos "uau" e "fixe". Vou em trabalho e é só por 2 dias....lol
É mesmo a versão real do "vou ali e já venho". Depois, algures mais para a frente no tempo, irei (de novo em trabalho) por mais tempo.

Já fui ao Norte várias vezes e nunca fiquei fã de francesinhas. Será agora? :P

2013-06-03

(Des)Atendimento público

É engraçada a forma como as pessoas tratam as outras, baseando-se apenas na imagem. E isto nem é uma queixa, é apenas uma constatação dum facto. Mas as coisas podem tomar outras proporções quando isto se aplica no atendimento ao público.

Lembro-me de assistir há uns 10 anos atrás (mais ano menos ano) de entrar numa relojoaria com um amigo meu (maluquinho por relógios) e começarmos a ver os Taag (para quem não sabe, é das marcas mais caras do mercado). Íamos vestidos com roupa de fim-de-semana, ou seja, calças, t-shirt e ténis. Uma das empregadas que lá estava dirige-se a nós a perguntar se queríamos alguma ajuda e ele diz que não, ao que ela responde "Mas olhe que esses são demasiado caros. Temos aqui ao lado uma secção mais barata".

Claro que me desatei a rir internamente, tentando manter uma cara minimamente séria. E ela levou a resposta que merecia.
O meu amigo disse: "Até nem acho caros, mas esses modelos não têm......" e começou com uma conversa técnica que só o pessoal conhecedor de relógios percebe. A cara da empregada mudou completamente. LOL. Notava-se que já não conseguia acompanhar o vocabulário e estava à nora (tal como eu, que não percebo patavina de relógios).

Supostamente é uma grande vantagem parecer mais novo do que na realidade sou. Normalmente o pessoal ao olhar para mim dá-me sempre menos uns 5 anos do que tenho na realidade. Por outro lado, já vi isso ser uma desvantagem. Em serviços de atendimento ao público as pessoas tornam-se menos formais e, por vezes, um bocado menos educadas.

Hoje, a Mushroom (que foi a história que me deu a inspiração para este post) veio-me contar que a atenderam num banco com a seguinte frase: "Diga !!!"
Ela, pelos vistos não se passou, mas eu acho que teria respondido algo do género: "Então é assim pah...."

LOL