2012-05-17

Escolhas e opções

Tudo neste mundo se resume às nossas escolhas. Umas mais forçadas que outras, mas na generalidade nós temos sempre opções. Podemos não estar a ver todas as opções no momento em que temos que decidir, mas existe sempre mais do que uma e por isso é que é a vida é tão interessante.
Como seria se tivéssemos ido por outro caminho?

Façam esta experiência:
- Perguntem a uma pessoa que não tenha €5000 disponíveis na sua conta, nem em cartão de crédito, se os conseguia arranjar em 5 dias. Quase que podemos adivinhar que 90% das pessoas diz logo que não consegue, sem sequer pensar em formas de o conseguir;
- Agora perguntem à mesma pessoa se consegue arranjar os €5000 em 5 dias, porque com eles consegue estender a vida do seu filho até aos 90 anos (imaginando que o filho ía morrer dentro de 1 semana). Quantas irão responder que não conseguem, de imediato sem pensar numa maneira?

Pois !!!

Quando temos um problema é difícil conseguirmos dar um passo atrás e olhar para esse problema com uns olhos diferentes, pois ficamos viciados no mesmo. Ás vezes basta uma frase duma pessoa, um olhar, um toque ou mesmo que alguém seja duro connosco para percebermos que há outras opções para resolver o mesmo problema.

12 comentários:

MC disse...

True!

anokas disse...

Acho que em situações de desepero as pessoas ficam tão vidradas no problema que nem onseguem pensar em soluções, pelo menos racionais.

Já outros quando têm um problema preferem ignorar porque se calhar resolvê-lo dá muito trabalho.

JP disse...

Mesmo a sério. Grande post! :)

Mamã de Salto Alto disse...

Estás feito psicologo hoje?Mas tens razão.Os problemas por vezes deixam-nos anestesiados...

Sairaf disse...

É verdade, mas por vezes o difícil pode ser dar o primeiro passo, depois disso pode surgir tanta coisa.
Abraço

Quase nos "entas" disse...

Por um filho??? DAVA TUDO!!
Nem pensava 2 vezes...mas entendo o teu raciocinio

Ana disse...

Há quem os consiga resolver melhor sem pressão, sem urgência, sem esse tal pingo de desespero. Mas na maior parte das vezes, acredito que a tendência é para deixar andar ou desistir perante a dificuldade. Eu confesso, sou muito melhor a resolver coisas quando estou no limite, quando não posso mais deixar para depois, quando tem mesmo de ser, quando existe o factor urgência.

Rosa Cueca disse...

As pessoas vitimizam-se muito, é o que acho. Principalmente quando não têm problemas sérios.
Quando efectivamente tive coisas complicadas na minha vida a minha resposta sempre foi: não me posso dar ao luxo de estar triste/deprimida.
O caminho faz-se sempre, podemos é ter muitos obstáculos.

Jedi Master Atomic disse...

anokas -> A preguiça...essa bela qualidade :P

JP -> Gracias

Mamã -> Isto aqui temos que ser filósofos, psicólogos, xulos, enfim....um bocado de tudo :P

Sairaf -> Sim, o dificil é saltar para o precipício :P

Quase nos entas -> That's the idea ;)

Ana -> Ou seja, quando estás quase no orgasmo é quando és melhor...got it :P

Rosa Cueca -> Tu tens um problema sério para resolver, que são as cenas que faltam para o casamento :P

...Ju... disse...

Sabes aquelas cenouras que se penduram à frente dos burros/cavalos para os fazerem andar? com as pessoas funciona da mesma forma... e cada um tem a sua "cenoura"!

só precisam de incentivo!

A♥ disse...

Eu acredito que todos os problemas têm uma solução, basta estarmos dispostos a resolvê-los.

Big Kisses

Jedi Master Atomic disse...

Ju -> Há pessoas que preferem bananas, mas sim, percebo a ideia :P

A♥ -> Às vezes é preciso é ter a capacidade para dar-mos um passo atrás para ver melhor ;)