2011-10-28

Nem sei que lhes hei-de chamar

Há uma espécie de pessoas à qual não consigo atribuir um nome, mas vou descrevê-las e talvez vocês me possam ajudar a descobrir.

Costumo ouvir a Radio Renascença de manhã, onde há um programa chamado "Coelhinho diz-me tu". Consiste em pessoas que, em directo, submetem-se a um "exame" feito pela "professora", em que são feitas 3 perguntas sobre matéria escolar. Para cada pergunta há 2 respostas possíveis, portanto só há 50% de probabilidade de errar e geralmente a diferença entre as opções é um bocado óbvia, portanto a probabilidade de acertar até se torna maior que 50% (embora haja umas bem lixadas).

O programa é giro e farto-me de rir com algumas das possibilidades de resposta que dão às pessoas. Durante anos não houve prémio (havia um diploma simbólico apenas), portanto as pessoas sabiam que não ganhavam nada e que estavam apenas a participar num programa ao vivo pela piada e a comunicar com todos os ouvintes, concluindo que, não havia nenhuma motivação para participarem para alem da motivação da galhofa ao vivo e de "aparecer" na rádio, o que até é uma boa motivação.


Então agora dêem-me resposta para isto: Porque é que há pessoas (e não são poucas) que participam, mas que durante os 5m em que aquilo dura, não abrem a boca para dizer mais nada sem ser as respostas? Não fazem uma graça, dão respostas telegráficas às perguntas que os locutores fazem sobre a sua vida (eles fazem um pouco de conversa "quebra-gelo" antes das perguntas). Tantas e tantas vezes que vê-se que eles têm que forçar um bocado a pessoa a falar e mesmo assim não levam mais do que um "sim" ou "não". Há pessoas até que nem falar claramente sabem. EXPLIQUEM-ME !!!


PS: Não, eu não vou participar....lol

2011-10-27

As meninas

Neste tempo de crise todos somos afectados, especialmente os nossos grandes amigos....os bancos.
E qual é o truque sujo que eles usam para captar mais clientes? Metem uma banca de gelados da Artisami à porta do banco e recrutam umas meninas em mini-saia todas com boa aparência para chamar a atenção dos homens. Sim, porque pelos vistos eles não querem mulheres como clientes, porque não havia homens a fazer o mesmo trabalho das meninas.

Resultado: Confesso que estive vai não vai para ir lá............comer um gelado !!!

2011-10-19

Eureka !!!

Já percebi porque é que os médicos ganham tanto dinheiro. Não é por estarem numa profissão que ajuda a salvar vidas, não senhor. É porque marcam consultas completamente desnecessárias só para poder cobrar mais uma, senão vejamos 2 exemplos:

- Consulta de ortopedia: vê-me o dedo....ok está inchado, ok a cápsula deve ter rompido, ok tem que fazer fisioterapia; Consulta de fisioterapia: Seria de pensar que ía começar, não era? Claro que não. Olha para o dedo....ok está inchado, ok a cápsula deve ter rompido, ok tem que fazer fisioterapia, ok vamos pedir à companhia de seguros para autorizar e depois voltamos a contactá-lo;

- Consulta no dentista: radiografia.....xiiii tem que redesvitalizar um dente (já tinha sido desvitalizado há uns anos).....marque uma consulta para redesvitalizar e depois volte para eu reconstruir; Consulta para redesvitalizar: bzzzzzzzzzz......nhiiiiiiiiiiiiim.....zaaaaaaaaaaaaaat......pronto.....agora volte daqui a 1 semana para a 2ª parte do tratamento......1 semana depois nova consulta......bzzzzzzzzzz......nhiiiiiiiiiiiiim.....zaaaaaaaaaaaaaat.....pronto, já pode fazer a reconstrução; Consulta de reconstrução: bzzzzzzzzzz......nhiiiiiiiiiiiiim.....zaaaaaaaaaaaaaat.....pronto.....agora para proteger melhor o dente devia por uma coroa......volte cá em Janeiro para vermos isso, já que vai ter que vir também fazer a destartarização.


2011-10-15

The measure of Men

A velha frase do Lord Acton: "Power corrupts and absolute power corrupts absolutely" (pareço bue intelectual ao dizer isto não é? Bué cultura e tal.....ou então usei o google para pesquisar....lol) já tem mais de 100 anos mas ainda continua actual.

Queres saber o verdadeiro carácter duma pessoa? Dá-lhe poder e fica a ver o que acontece!!!
A pessoa de mau carácter começará, dentro de pouco tempo, a exibir o seu lado mal formado através de sinais facilmente reconhecíveis:
- O ar de arrogância e a forma de falar;
- A falta de preocupação pelo bem estar daqueles que estão debaixo da sua alçada;
- A justificação dos seus falhanços com os dos outros que estão debaixo da sua responsabilidade;

Isto porque ainda há muito quem confunda LIDERANÇA e CHEFIA. Diz-se a torto e a direito que "Ah e tal, agora és um líder", sem explicar à pessoa quais são as características necessárias para desempenhar a função. E como ninguém nasce ensinado, os "novos líderes" fazem aquilo que vêem à sua volta os outros "líderes" fazer.

Mas é um bom exercício de auto-conhecimento e até mesmo de auto-ajuda (adoras, não adoras Rosa Cueca? lol), quando se está numa posição de liderança e com poder, fazer estas perguntas a si próprio:

1ª Quando algo corre mal eu empurro a responsabilidade para alguém da minha equipa?
Se a resposta for: "Sim, faço isso quase sempre", é porque a liderança não está a ser feita correctamente.

2ª Quantas vezes eu me preocupei para que a minha equipa tenha as condições de fazer um bom trabalho?
Se a resposta for algo parecido com: "Eles têm que trabalhar com o que têm e não vou incomodar o meu chefe só porque eles não têm o melhor equipamento para o trabalho.", é porque a liderança não está a ser feita correctamente.

3ª Preciso de falar mais alto para as pessoas da minha equipa me ouvirem e conseguir fazer passar o meu ponto de vista?
Se a resposta for: "Sim, quase sempre. Parece que não me ouvem quando eu falo num tom normal.", é porque a liderança não está a ser feita correctamente.

4ª As pessoas sentem-se motivadas a trabalhar depois de eu falar com elas sobre alguma coisa que tenham feito mal?
Se a resposta for semelhante a: "Parece que ficam na mesma ou ainda fazem pior.", é porque a liderança não está a ser feita correctamente.


E por último, um dos melhores medidores de liderança:
5ª Quantas pessoas da minha equipa gostam de mim como líder e me reconhecem a capacidade de liderança?
Se a resposta for menos de 50%, é porque há falhas graves na forma como se está a liderar.

Quando alguém com poder e que lidera pessoas, não se preocupa minimamente com a equipa e quer apenas parecer bem, perante os seus próprios "lideres", não estamos na presença dum líder e sim dum chefe, não estamos na presença de LIDERANÇA e sim de INSEGURANÇA. 

Mas a culpa não é só do líder intermédio, porque o exemplo tem que vir de cima. Quando acima dele existe alguém que também pensa que é líder e que comete todos os erros possíveis e imaginários na gestão de pessoas, há um problema grave para resolver, pois este tipo de "liderança" resulta em 99% das vezes, na destruição da unidade do grupo.

2011-10-13

Bomba Atomic(a) no Tuguês

Meus senhores e minhas senhoras, meninos e meninas....e animais.....a todos os que lêem este blog, aqui vai uma lição de Português:

Distinguir entre "fica-se" e "ficasse", entre "come-se" e "comesse" e entre "fode-se" e "fodesse".
Vou ensinar-vos a regra para bem escrever, não sendo preciso decorar nenhuma regra complicada.

É só isto: Quando usam o hífen "-", significa que têm que ler como se fossem 2 palavras distintas, ou seja:
"fica-se" = "fica se", ou seja, lê-se "fica" e depois "se".
Se não tiver hífen, lê-se como uma palavra única e como se tivesse um acento, assim: "ficásse".

É só isto, ok?
Existe uma excepção, que é para o último verbo que dei como exemplo.
O "fode-se" lê-se quando não nos apetece realmente comer o/a rapaz/rapariga, mas lá terá que ser.
O "fodesse" lê-se quando nos apetecia comê-lo/a, mas ele/ela não deixam.
LOL

2011-10-09

Jantar de Bloggers visto à lupa



De todos os jantares a que fui este foi o mais "al dente" (piadinha que só quem lá esteve perceberá...lol).
Tenho já a dizer que o Tiago tem tomates de aço, já que foi o único que foi e que não tinha qualquer afinidade ou conhecimento com nenhum dos outros bloggers.

Quanto aos outros que foram, a maior parte já conhecia de outros jantares, portanto não houve propriamente uma novidade. Comemos relativamente bem, cantamos relativamente mal, rimos, falamos aos berros, dissemos mal dos hate-blogs, tonando-nos nós próprios em mal dizentes....e sobretudo falamos de todas as parvoíces que vos possam vir à cabeça, como jogos de computador, futebol, a casa dos segredos, o peso pesado, etc...

Conheci a croma da Kikas (lol) e só tenho a dizer isto: usa um relógio que é maior que ela :P