2011-03-03

O fim dos blogues

A propósito deste post da Rosa Cueca, a minha mente começou a divagar e a pensar sobre os blogs, no geral.
Eu sou da opinião que não existe uma razão para as pessoas quererem acabar com o seu blog. O que existe é o desaparecimento da razão pela qual ele foi iniciado. E aqui existem diversas:
- Servir de escape do stress
- Conhecer pessoas novas
- Fazer humor
- Ter um registo da sua vida e ideias para recordar mais tarde
- Debate de ideias sobre um determinado tema
- Auto-promoção
- etc...e tal...e muitas mais existirão.

Há ainda quem acabe com o blog porque é demasiado insultado pelos "Anónimos" ou porque demasiadas pessoas conhecidas lêem o seu blog e deixou de ter a privacidade e o anonimato que pretendia. Estes últimos são os mais comuns, parece-me. Aqui (e perdoem-me o machismo) acho que os homens têm umas vantagens:
- normalmente expõem menos da sua vida e pensamentos no blog, logo são menos atacáveis
- mandam uma caralhada e o atacante acaba por desistir
- se o atacante for um homem, não desiste tão facilmente com a caralhada, mas passado um tempo cansa-se.

Com as mulheres parece que a coisa se torna numa guerra psicológica terrível. Como as mulheres são os mestres nas palavras, fazem-se dezenas e dezenas de comentários back & forward, destila-se veneno, ataca-te o carácter das pessoas....vicious.....vicious !!!

15 comentários:

Rosa Cueca disse...

Acho que tens razão Jedi no que enumeraste.
E nós mulheres sentimo-nos muito mais "atacadas" por palavras, os homens no fundo estão-se um bocado mais nas tintas.
Acima de tudo acho que é importante não esquecer que um blog não é a nossa vida e só tem a importância que lhe damos.

W a l k e r * disse...

São como a vida, têm inicio, meio e fim :) Há que desfrutar ao máximo enquanto dure :)

MartaP. disse...

meh. acho que nunca vou passar por essas coisas. e ainda bem.
tambem não tenho nada a esconder. quem não gosta.. não lê. :)

Odalisca disse...

As mulheres são assim :P

Mas o melhor para isso é dar desprezo e ignorar, depressa se fartam :P

Jedi Master Atomic disse...

Rosa Cueca -> Essa tua última frase disse tudo.

Walker -> É isso aí minina :P

MartaP -> meh ?!?!? Agora deste em ovelha? :P

Odalisca -> Há uns que se fartam mais depressa que outros...loool

MariaEduarda disse...

é indiscutivelmente mais fácil para os homens lidar com os comentários e com o impacto que pode ter aquilo que escrevem. As mulheres debruçam-se mais sobre os sentimentos e por isso sentem-se mais atacadas. Os homens falam de futebol, gajas, política, sexo e coisas que tais, isto e, de temas um tanto leves. É por isso que conseguem o distanciamento - que é fundamental - do blog e não se sentem tão atacados.

O povo feminino ora fala de sapatos e de maquilhagem e é atacado por ser fútil, ou de filhos e aventuras do quotidiano sendo espicaçado facilmente porque despeja a sua vida ou então fala de coisas semelhantes ao homem mas deixa-se ofender mais facilmente porque se envolve mais.

óbvio que isto não passa de um generalismo, o que tem sempre a sua enorme margem de erro, mas regra geral, a meu ver, as coisas funcionam um bocado assim.

ADEK disse...

Como eu não sei bem por que comecei o meu, acho que só acabarei com ele quando perceber o início. Como o início já foi há muito tempo e é provável que nunca mais me lembre porquê, é também provável que o meu blog nunncaaaa acabe... *risada maléfica:P*

Cat disse...

Quando leio sobre motivos que levaram pessoas a criar um blogue, penso sempre: e eu? Na verdade, não sei bem.. Mas tendo de escolher dessa lista, acho que seria o facto dum blogue ser um registo, uma espécie de diário. Pra mais tarde recordar, sim :)

Jedi Master Atomic disse...

Maria Albertina, perdão, Eduarda :P -> Às vezes também é bom generalizar...lol

Adek -> Neveeeeeeeeeeer :P

Cat -> Não TENS que escolher uma da lista....lol....podes ter outra qualquer. Eu até acho que criaste o blog só para poderes dar azo ao fetiche de chamar xuxus, docinhos de chocolate, muffins com morango, etc....a pessoas desconhecidas. LOL

Zaahirah disse...

Essa coisa dos anónimos tornou-se uma praga, sobretudo em blogs de "gajas". Abstenho-me de comentar o motivo.

A verdade é que não me surpreendo com o fim de tantos blogs, uma vez que têm um conteúdo nulo. Há cada vez mais blogs que vivem de posts género twitter: "ai que hoje acordei chateada", "ai que hoje vi o pôr do sol", "ai que hoje vesti uma mini-saia e fui assediada na rua".

Eu sou da velha guarda e gosto de blogs à moda antiga, com miolinho. :P

Lima e Tequilla disse...

O problema resolvia-se bem se as mulheres também mandassem uma caralhada às vezes ;)

Ana disse...

Eu vou no meu terceiro blog e os motivos pelos quais terminei os outros dois foram diferentes.
O primeiro começou por um motivo muito concreto e tinha uma temática muito específica. No fundo, era um blog com um certo prazo de validade, já que assim que o tema se esgotasse, o blog acabaria inevitavelmente por fechar. Durou 2 anos.
O segundo já era mais generalista e foi onde cometi os maiores erros. Acabei por ter de restringir o acesso a leitores convidados e, 2 anos depois, resolvi fecha-lo. Por fim, neste terceiro, tenho evitado a todo o custo expor a minha vida pessoal. Falo de mim, do que penso, do que vou vendo, mas sem grandes relatos daquilo que é a minha vida. E tem dado certo. Já lá vão mais 2 anos e espero que esta coisa dos "2 anos" não seja regra, porque não me apetece criar mais nenhum.

:-)

Jedi Master Atomic disse...

Zaahirah -> És velha, guarda? :P

Lima -> Também...lol

Ana -> Este vai durar vais ver, senão estou lá eu para fazer desaparecer todo o dark side :P

Narizinho Lunático disse...

Concordo contigo! :) E, se reparares, há mais hate blogs femininos do que masculinos, e isso é significativo! :)

llq disse...

I get much in your theme really wedding jackets for the bride thank your very much i will come every day