2011-01-26

Só para fazer o wrap-up disto e juro que me calo

Sim, depois deste não falo mais sobre política.
Muita gente junta a política, o futebol e a religião naquele grupo de coisas que uma pessoa nunca muda desde que nasce até que morre. Se para o futebol eu até posso compreender, porque ou se gosta de um clube ou se gosta de outro, já não consigo compreender para os outros 2.

Porque é uma pessoa não há-de mudar de partido ou de religião há medida que cresce e vai mudando a sua personalidade e os seus valores?

Confesso que me faz impressão as pessoas que votam SEMPRE no mesmo partido, independentemente de quem lá está, até morrerem. Pode lá estar o gajo mais corrupto à face da Terra, mas votam nele. Pior ainda são aqueles que votam nos referendos de acordo com a escolha do seu partido.....esta então é de bradar aos céus.


As pessoas entregam a sua liberdade e opinião nas as mãos de um partido !!!


Os governos têm sempre alternado entre PS e PSD. Sabemos que isto não deverá mudar tão cedo, até porque os outros são partidos extremistas e para mim, algo que seja extremista nunca deve governar um país. Dentro do universo da população que vota habitualmente no PS ou PSD, temos:

- aquelas que votam PS desde que nascem até morrerem;
- aquelas que votam PSD desde que nascem até morrerem;
- aquelas que vão trocando entre PS e PSD à medida que os governos vão passando e fazem alguma medida impopular;
- há ainda aquelas que como ficam tão desiludidas com o governo, que em vez de passarem para o outro partido rival, passam para um extremista;

E para estes 2 últimos grupos em que os partidos apontam as suas armas de campanha. Para tentarem convencer as pessoas a mudar para o seu partido.

Depois temos aquelas que insistem em votar nulo: nunca hei-de perceber estas....mais valia ficarem em casa, vá...uma vez ou outra ainda percebo a piada, por exemplo, de desenhar a cara do Chuck Norris e pôr uma cruz nele (não é Uena? LOL).....mas sempre?!?!?!?

Pronto....já me calei !!!

Nota: O Tiago já confirmou !!! Votar em branco nas presidenciais não tem qualquer efeito já que não conta para o bolo total dos votos. Votar em brancos nas legislativas ou autárquicas, sim, faz diferença, porque já conta.

12 comentários:

Menina do Mar disse...

Também me faz muita confusão as pessoas serem do mesmo partido, assim como são do mesmo clube. Clube é clube, partido escolhe-se consoante o estado do pais e os parvos que lá estão (sim são sempre parvos.

Ah e quanto a votar nulo, não é preciso votar sempre nulo, mas gosto mais de nulo que branco, que no branco ainda lá poem uma cruz por nós...

Tiago disse...

Bom, sou o primeiro a abrir as hostilidades.

Religião é crença. A partir do momento em que acreditas nessa crença, creio eu que não faz sentido mudar.

Futebol hoje em dia é cada vez mais patético, pois o dinheiro impera em vez do espectáculo. Em Portugal, cada vez tenho menos interesse em vê-lo. Só as Competições Internacionais valem mais apenas, pois a palhaçada diária morre.

Política - É um problema também, pois a partir do momento em que o povinho idolatra este tipo de gente que são do PS ou PSD que só querem ir para lá fazer negócios pessoais, de facto, começo a pensar que não vale sequer apena apelar ideias quando elas morrem sempre nas eleições.

Jedi Master, o extremismo, a esquerda e a direita que tanto ouvimos falar acabou. Isso hoje não existe. Só no discurso dos políticos é que tem cabimento. Oiçam-nos quem não tem nada para fazer. Eu não perco tempo com gente que vive noutro planeta.

Hoje tens um 1º Ministro chamado Sócrates que já leva muitos anos de política de direita e ele é de centro-esquerda (PS). Na situação de hoje em que vivemos, uma política de esquerda é impraticável, pois um país insustentável não pode nunca seguir este tipo de orientação. Portanto, isto morreu! A idealogia política não passa da conversa.

Tiago disse...

Olha, afinal enquanto escrevia alguém foi mais rápido que eu. :)

Menina do Mar, um voto nulo de nada serve. Um voto em branco é um voto de protesto contra as listas apresentadas (só é válido nas Eleições Legislativas e Autarquicas). Se no sec. XXI, tens medo de alguém colocar uma cruz no teu voto, e atenção é um medo válido, significa que este país deixa automaticamente de ser um país livre.

ATENÇÃO: O que aconteceu nestas eleições, ou seja, milhares de pessoas não conseguiram votar devido ao CC tem esses contornes. Somos nós, nós mesmo, que temo-nos que manifestar contra tamanha fraude política!

Menina do Mar disse...

Até agora nunca tive de votar nulo porque sempre acabei por optar por algum dos candidatos. E sim no sec XXI ter este medo é muito mau sinal, mas é a verdade.
Já agora obrigado pela informação da diferença que fazem os votos brancos nas legislativas e autarquicas, não sabia ;)

Jedi Master Atomic disse...

Menina do Mar -> Não precisas de ter esse medo. Ninguém lá põe uma cruz por ti que as contagens são vigiadas por várias pessoas com interesses contrários ;)

Tiago -> Religião é crença, mas há medida que tu cresces, a tua crença pode mudar...ou tu ainda acreditas no pai natal? :P

Alexandra disse...

Ó que tontinho.

Jedi Master Atomic disse...

Alexandra -> Esse deve ter sido o comentário mais fofinho que já fizeram aqui no blog :P

Odalisca disse...

Epah eu votei nulo, mas não é sempre! Entendido? :P

Tiago disse...

O Pai Natal é uma fantasia ligada à religião.

Claro que acredito no Pai Natal. Agora é a minha vez de ter esse papel! ;) Tirares um sorriso a uma criança tão inocente é uma das melhores sensações do mundo! ;)

Jedi Master Atomic disse...

Odalisca -> Entendido :P

Tiago -> "Tirares um sorriso" ou "Obteres um sorriso"? :P

Gema disse...

Nunca votei nulo.
Já votei em diferentes partidos, conforme quem os representava. Não tenho qualquer receio de dizer que sou mais de direita (PSD ou CDS/PP), mas já votei CDU e BE - lá está, achei que quem representava os partidos que me revejo, não eram do mais aconselhado a estarem á frente (seja da Junta, da Câmara, do Governo and so on - tu percebeste).
Para o Governo, não votarei no PS e se Passos Coelho continuar á frente do PSD, tb não votarei nele - resta então depois ver quem representa os outros partidos.
Estou de acordo ctg, que devemos mudar de ideias e não sermos deste ou daquele só porque sim.
Em termos de religião, sou Católica (porque me baptizaram) acredito em algumas das coisas que a Igreja diz, mas no geral não me revejo em nenhuma religião, mas gosto de estudar sobre outras - acho que um pouquinho de cada, dá-nos se calhar mais verdade, que uma única.
Sobre futebol... Benfica para sempre!!! eheheh

Arrogância disse...

Para quem não vota tem muito "voto"matéria!!
Voto sempre, mas de há uns anos para cá, os nossos canditados ao quer que seja são... como eu de dizer isto, uma merda, uns corrputos, que não fazem nada para ajudar o país!!
Quanto à religião sou ateia e o clube, outra situação que só enche os bolsos aos corruptos!!
Como diziam no norte uma cambada de ladrões, gatunos e chupistas!!!