2010-09-26

Porque é que...

...se gastou uma fortuna a colocar sistemas de entrada e saída no metro (vulgo, cancelas) e agora muitos deles estão abertos e sem qualquer controlo? Se eu souber as estações em que eles estão abertos posso viajar à pala no metro o tempo que quiser. Depois há discussões infindáveis sobre a despesa do estado !!!

2010-09-21

Os sonhos malucos

Ante-ontem tive um sonho daqueles bem malucos. Então aqui vai ele:

"Ganhei €5.000 num concurso qualquer. Corri para casa com medo que mos roubassem e guardei-os dentro do cofre. Escusado será dizer que passei o tempo todo a fugir de pessoas que me queriam matar para ficar com o dinheiro. O mais engraçado do sonho é que essas pessoas eram grandes amigos e até o meu pai era um deles. Não me tentou matar directamente, mas contratou um gajo qualquer para o fazer. Já viram a lata?

A parte gira do sonho é que de repente eu tinha poderes mágicos (lol). Era ver eu a fazer levitar as pessoas que iam atrás de mim e a atira-los contra as paredes.
Mais tarde no sonho, saio dum grande portão e vejo um monte de carros em que estavam todos os membros da minha família, todos à espera que eu estivesse morto e prontos para o funeral. Ficaram todos espantados por me ver vivo e começaram a fugir nos seus carros. Imaginem o gozo que me deu, com um gesto só, fazer parar os carros enquanto ía falar com cada um deles (já não me lembro do que lhes perguntei)."

Foi uma óptima sensação ser dono e senhor dum sonho...lol

Há por aí alguém que saiba interpretar sonhos e me consiga dizer, what the fuck does this mean?

2010-09-18

Vício

Estou mega-viciado nisto.
Alguém me faça parar de jogar. Nãããããããããããããããããããããããããão !!!
SOCORROOOOOOOOOOOOOOOOOOO !!!

2010-09-14

Anedota Seca

Um Lisboeta, de passagem pelo Alentejo, foi surpreendido com a notícia de que um amigo tinha falecido e seria enterrado naquela tarde.

Chateado com a situação, a perda de um amigo do peito, procurou saber onde seria o velório e foi para lá.

Ao chegar, viu que no caixão estava o morto inteiramente nu e ao lado um grande pote cheio de creme, no qual cada um dos presentes metia a mão e após apanhar um pouco, passava sobre o defunto.

Surpreendido pela cena, coisa inusitada para ele, aproximou-se da esposa e perguntou:
- Desculpe-me a ignorância, mas o que lhe estão a fazer, é tradição por aqui?

A esposa respondeu:
- Não! É inédito! Nunca o fizemos. Ele é que pediu para ser cremado.

2010-09-07

Selecção Nacional = Nojo

Vão ganhar milhões para outro lado !!! Chulos !!!
A partir de hoje não ligo mais à selecção enquanto lá estiver aquela gentinha.